A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #

DJ Khaled

"Melô"

[Intro - Fala]
"O que diferencia os homens de bem daqueles que escolheram o mundo do crime
Pra enriquecer ou pra fazer maldade, perversidade com outro ser humano
O que diferencia é o cumprimento das leis
Nós deveremos, assim como um bom artilheiro, acertar mais do que errar"


[Verso 1]
Ainda tô vivo, baby
Moscou na pista, cê sabe... é ráaa
O bagulho frenético, ladrão na lombra do sintético
Viatura da principal, mete o pé, usuário
Pinote no beco porque a porra hoje melou tudo
Quarenta [?] na lata, [?] a visão
Rádio cantou, antes de cantar cantou vários rajadão
Mas que disgraça
Quase que não dá tempo se eu não tô atento
Morte no momento, polícia cumpre regimento
Disparo acidental matando em bairro pobre
Respeito só existe em bairro nobre
Despreparo pisa na cabeça do menor com o coturno que o estado deu para fazer a sua... proteção
Quantos por aqui morreu assim, neguin?

[Ponte - Diálogo entre policiais]
- Dois elemento aí de calça e camisa escura

Eu vim e botei o fuzil na cara dele
Mas uma piranha de uma mulher ainda entrou na frente...
"Sai da frente, porra! Deita no chão! Deita no chão!"
Até destravei o fuzil, se corresse eu ia dar, mano
Cheguei, banguei, aí o outro ali, bonitão, ficou de longe assim, olhando
Aí eu falei pros guarda municipal, falei:
"Pô, aquele de preto ali também, agarra ali"
Aí o cara foi ali e pegou

Vamo lá pra cima?
- Descarregar a arma um pouquinho
- Jogar lá de cima

[Verso 2]
Chuva de bala, enfim
Pé na porta, torturando e dando fim
Babilônia, Salvador que nunca salva a dor
Policial homicida, artilheiro de frente pro gol
O juiz não me conhece, não, ladrão
Mas vai me condenar a oito de prisão se eu rodar na mão das puta, então
Que se foda minha situação, se minha mãe tava doente
Se na minha casa precisasse de um pão
Empresário me julga, mas trabalho nunca me deu
O filho dele compra a droga que o patrão me deu
A pé tu vem na bruxa e não é a toa
Pernambués tem que sangrar pra Pituba ficar de boa

[Outro]
Ei, playboy
Onde você vive não tem como ver criança morrer
Ei, playboy
As área tá melada, hoje não vai ter droga pra você
Ei, playboy
Onde você vive não tem como ver criança morrer
Ei, playboy
Favela não é parque de diversão, porra
Vá se fuder

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics provided for educational purposes and personal use only.
© 2017 Lyrics Media Group Inc.